Qual é a diferença entre Arte e Design?

Não têm as mesmas características ou funções?

Não transmitem as mesmas mensagens ao público?

Veremos… os designers não são artistas ou vice-versa. Muitos não irão concordar comigo…

Reparemos nestas duas cadeiras. A primeira foi feita pelo artista e a segunda foi realizada pelo designer. Será que elas são iguais? Têm as mesmas funções?

O artista esteve inspirado, aplicou ao seu gosto, foi interpretado à sua maneira, demonstrou o seu talento e transmitiu o seu “bem-estar”.

Agora pergunto… será que tem a altura ideal para as pessoas medianas? Será que é confortável? A sua posição ergonómica será ideal? Será possível de estar sentado mais do que uma hora?… Na minha opinião, não iria estar confortável, pois sou baixa e não condiz ao meu gosto. Provavelmente seria o cliente que gostasse do estilo gótico e que fosse alto.

O designer pesquisou o uso da cadeira antes de passar a produção final, a peça foi compreendida e atingida, procurou alcançar a estética, a habilidade e o bem-estar do seu produto para o cliente.

Agora pergunto… será que apresenta uma boa ergonomia? Será que o cliente irá gostar da cor, dos materiais? Na minha opinião, eu preferia esta cadeira do que a primeira.

Sem título, 2020 – Madeira pequiá da Amazônia certificada Tora Brasil. Lente verde Cristaleria Nacional

A Arte inspira

Normalmente, o processo de criação de uma obra de arte começa com nada, uma tela em branco. Uma obra de arte resulta de uma visão, uma opinião ou um sentimento que o artista tem dentro de si.

Eles criam a arte de compartilhar esse sentimento com os outros, para permitir que as pessoas se relacionam, aprendem ou sejam inspirados por ela.

As obras de arte de hoje que obtém um maior sucesso são aquelas que estabelecem um forte vínculo emocional entre o artista e o público.

O Design motiva

Em contrapartida, quando um designer pretende criar uma nova peça, eles têm quase sempre, um ponto de partida fixo: uma mensagem, uma imagem, uma ideia ou uma acção.

O trabalho do designer não é inventar algo novo, mas sim de comunicar algo que já existe, com um objetivo.

Esse objetivo é quase sempre motivar o público a fazer alguma coisa: comprar um produto, usar um serviço, visitar um local ou dar algumas informações. Os projetos bem-sucedidos são aqueles que mais eficazmente passam uma mensagem e motivam os consumidores a realizar uma tarefa.

A Arte é interpretada

Apesar de um artista se propor a transmitir um ponto de vista ou emoção, não quer dizer que o seu ponto de vista ou a sua emoção tenha um significado único.

A arte conecta as pessoas de maneiras diferentes, porque é interpretada de forma distinta.

Mona Lisa da Vinci tem sido interpretada e discutida por muitos anos. Será que ela está a sorrir? Os cientistas dizem que é uma merailsão criada pela sua visão periférica. Os românticos dizem que ela está apaixonada. Os cépticos dizem que não há motivo para isso. A afirmação deles não está totalmente errada.

O Design é compreendido

Design é o oposto. O objectivo fundamental do projecto é o comunicar de uma mensagem e motivar o espectador a fazer alguma coisa.

Se o design transmite uma mensagem diferente do pretendido e o espectador não entender o objectivo da mensagem, então ela não cumpriu a sua função. Se tiver uma boa peça de design, logo a mensagem foi difundida rapidamente ao público-alvo e o seu objetivo foi alcançado.

A Arte é um gosto

A arte é julgada pela opinião e a opinião é regida por gosto.

O Design é uma opinião

A diferença entre o bom e o mau design não é uma questão de opinião, mas sim ter uma boa peça de design que possa ser bem-sucedida sem ser do seu gosto. Se ela cumpre o seu objectivo, é porque está a ser compreendida e motiva as pessoas a fazerem algo: é bonita, sendo agradável ou não, é irrelevante.

Poderíamos continuar a discutir este ponto de vista, mas esperemos que este princípio seja claro.

A Arte é um talento

Geralmente, um artista tem uma capacidade natural desde a infância. Cresce ao desenhar, pinta ou expressa-se de outra forma e desenvolve as suas habilidades.

Mas o verdadeiro valor de um artista é o seu talento. Há um detalhe importante aqui: os bons artistas podem ter uma habilidade, mas a habilidade sem o talento é, provavelmente, inútil.

O Design é uma habilidade

Design, é, realmente, uma habilidade que precisa ser ensinada e aprendida. Não tem que ser um grande artista para ser um grande designer, mas sim ser capaz de alcançar os seus objectivos do projecto. Pode ser lápis ou pincel num papel ou pode ser feito num programa de edição gráfica.

Alguns dos designers mais respeitados no mundo são os mais conhecidos pelo seu estilo minimalista. Eles não usam demasiada cor ou textura, mas prestam muita atenção ao tamanho, ao posicionamento e ao espaçamento, que pode ser aprendido sem ter um talento nato.

A Arte envia uma mensagem diferente para todos

Poucos artistas se auto-denominam designers, porque eles parecem entender melhor a diferença. Artistas não criam os seus trabalhos para vender um produto ou promover um serviço. Criam-no unicamente como um meio de auto-expressão, de modo que possa ser visto e apreciado por outros. A mensagem, se é que podemos chamar assim, não é um facto, mas sim um sentimento.

O Design envia a mesma mensagem para todos

Muitos designers consideram-se artistas, porque criam algo visualmente atraente, algo que daria orgulho de pendurar na parede e admirar. Mas uma composição visual destina-se a realizar uma tarefa específica ou comunicar uma mensagem especial, não importa o quão seja bonito. Não é arte, mas sim uma forma de comunicação e apenas uma janela que contém para a mensagem.

Já a arte busca transmitir algo através de uma técnica, de um utensílio ou até mesmo utilizar apenas o seu próprio corpo, como é o caso do teatro e da dança, com uma simples finalidade de se expressar, sem ter uma preocupação efectiva com a interpretação do público sobre aquilo que está a ser apresentado, ou seja, ela é subjectiva.

O design, por estar mais ligado às necessidades do mercado, busca a atribuir objectividade nos seus trabalhos, podendo também utilizar as técnicas artísticas para produzir as suas peças.

Resumindo, a arte é criada pelo artista e o design é projectado para o cliente. Os artistas seguem a forma e os designers seguem a função.

VOLTAR
×